João Paulo Setta Moritz, Oficial de Justiça
  • Oficial de Justiça

João Paulo Setta Moritz

Rio de Janeiro (RJ)
20seguidores5seguindo
Entrar em contato

Sobre mim

Oficial de Justiça Avaliador Federal do TRT da 1ª Região.

Verificações

João Paulo Setta Moritz, Oficial de Justiça
João Paulo Setta Moritz

Autor (Desde Jun 2017)

Comentários

(260)
João Paulo Setta Moritz, Oficial de Justiça
João Paulo Setta Moritz
Comentário · há 5 meses
Há muito espaço para a CLT melhorar em favor do empresariado, especialmente para evitar injustiças em pleitos de equiparação salarial, empregador refém de multa compensatória/ seguro-desemprego e a responsabilidade irrestrita do empregador de boa fé na dispensa da gestante.
Mas vou respeitosamente discordar do exemplo prático.
Os princípios trabalhistas não surgiram à toa, tais como irredutibilidade salarial e alteração contratual lesiva. Na prática trabalhista, o rebaixamento de cargo normalmente indica assedio.
Por outro lado, neste caso específico, o empregador tem mecanismos para se prevenir contra um currículo mentiroso, seja na entrevista de emprego/ processo seletivo ou no contrato de experiencia. Ainda que seja compreensível esse tipo de mentira (ou exagero em alegar fluencia) para a obtenção de emprego, também não parece promissor uma relação de confiança (secretária) iniciar desta forma.

Recomendações

(501)
Andrey Fagundes
Andrey Fagundes
Comentário · há 9 dias

Perfis que segue

(5)
Carregando

Seguidores

(20)
Carregando

Tópicos de interesse

(45)
Carregando
Novo no Jusbrasil?
Ative gratuitamente seu perfil e junte-se a pessoas que querem entender seus direitos e deveres

ANÚNCIO PATROCINADO

Outros perfis como João Paulo

Carregando

João Paulo Setta Moritz

Entrar em contato